Espaço de divulgação da Ribeira Grande de Santiago, Cabo Verde (Património Cultural da Humanidade pela UNESCO, desde 2009). Conhecida como "Cidade Velha" ou "Berço da Nação Cabo-Verdiana", foi a primitiva capital deste país insular. Situa-se na ilha de Santiago e configura-se como a primeira urbe edificada pelos europeus (no caso, os portugueses) em África. Recuperou a condição de município em 2005.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

[0627] “A Rota dos Escravos” passa por Cidade Velha, a 18 e 19 de Dezembro

No quadro das Comemorações do 20º Aniversário do projeto da UNESCO “A ROTA DO ESCRAVO - RESISTÊNCIA, LIBERDADE, HERANÇA”, a Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago, em parceria com a Comissão Nacional de Cabo Verde para a UNESCO (CNU), promove na Cidade Velha, nos dias 18 e 19 de Dezembro de 2014,  um conjunto de atividades que abordam e transmitem conhecimentos e informações sobre a Rota do Escravo, a Escravatura e as suas heranças culturais.

Dando relevo a estas comemorações, o Ministro do Ensino Superior, Ciência e Inovação e Presidente da CNU, dr. António Correia e Silva, estará na Cidade Velha por volta das 17h00 do dia 19, acompanhado do Secretário de Estado do Ensino Superior e Investigação Científica da Guiné Bissau, Dr. Fernando Augusto Gomes Dias.

Na quinta e sexta-feiras, das 15 às 18 horas, exibem-se no Largo do Pelourinho, Cidade Velha, grupos de batukaderas de toda a Ribeira Grande de Santiago, de capoeira (entre eles o Grupo Abadá Capoeira Santiago) e um Grupo de Tambores Africanos.

Fora deste espaço, na sala usada para cinema em S. Sebastião, serão feitas (a partir do dia 17 às 17 horas) projeções de filmes, designadamente “Tango Negro” - que recentemente foi exibido no Plateau Festival Internacional de Cinema. “Joias negras do Império”, “No rasto dos boers”, “Route de l’esclaves: une version global”, “Ilhéu da contenda”, “O contrato”, “Regresso a Nacala” e “Slave route: the soul resistance” são os restantes filmes exibidos ao longo destes três dias,

E desde as 10h00 de dia 18, no Convento de S. Francisco, também em Cidade Velha, estarão patentes quatro exposições - “Os Africanos em Portugal - História e Memória, Sec. XV-XXI”, cujo Curador é o Dr. Charles Akibodé, “Os Espaços do Crioulo”, cujo Curador é o Prof. Doutor Lourenço Gomes, da UNI-CV, “Os Caminhos de Darwin”, cuja Curadora é a Dra. Ana Hopffer Almada, da UNI-CV e “A escravatura em Cabo Verde vista através dos Objetos”, da responsabilidade do IIPC.

 O projeto “A Rota do Escravo” foi lançado  em 1994, em Ouidah, Benin, após  Resolução da UNESCO de 1993, aprovada na sua 27ª Conferência Geral, em resposta a uma iniciativa do Haiti e de alguns países africanos, tendo como lema: “Resistência, Liberdade, Herança”.

Estas iniciativas da Rota dos Escravos contam também com a colaboração do Ministério do Ensino Superior, Ciência e Inovação, Ministério da Cultura e a UNI-Piaget.

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

[0626] “A Rota dos Escravos” passa pela Cidade Velha

No quadro das Comemorações do 20º Aniversário do projeto da UNESCO “A ROTA DO ESCRAVO - RESISTÊNCIA, LIBERDADE, HERANÇA”, a Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago, em parceria com a Comissão Nacional de Cabo Verde para a UNESCO, promove na Cidade Velha, a 18 e 19 de Dezembro de 2014,  um conjunto de atividades que abordam e transmitem conhecimentos e informações sobre a Rota do Escravo, a Escravatura e as suas Heranças culturais.

Assim, nesses dias vão exibir-se no Largo do Pelourinho, Cidade Velha, das 15 às 18 horas, grupos de batukaderas de toda a Ribeira Grande de Santiago, de capoeira (entre eles o Grupo Abadá Capoeira Santiago) e um Grupo de Tambores Africanos.

Fora deste espaço, na sala usada para cinema em S. Sebastião, serão feitas (a partir do dia 17, em hora a confirmar amanhã) projecções de filmes, designadamente “Tango Negro”, que recentemente foi exibido no Plateau Festival Internacional de Cinema.

E desde as 10H00 de dia 18, no Convento de S. Francisco, também em Cidade Velha, estarão patentes quatro exposições - “Os Africanos em Portugal- História e Memória, Sec. XV-XXI, cujo Curador é o Dr. Charles Akibodé”, “Os Espaços do Crioulo”, cujo Curador é o Prof. Doutor Lourenço Gomes, da UNI-CV, “Os Caminhos de Darwin”, cuja Curadora é a Dra. Ana Hopffer Almada, da UNI-CV e “A escravatura em Cabo Verde vista através dos Objetos”, da responsabilidade do IIPC.

 O projeto “A Rota do Escravo” foi lançado  em 1994, em Ouidah, Benin, após  Resolução da UNESCO de 1993, aprovada na 27ª Conferência Geral, em resposta a uma iniciativa do Haiti e alguns países africanos e tem como lema: Resistência, Liberdade, Herança”.

Estas iniciativas contam ainda com a colaboração do Ministério do Ensino Superior, Ciência e Inovação, Ministério da Cultura e a UNI-Piaget.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

[0625] Formações na Cidade Velha

 Anúncio

O Gabinete de apoio ao projecto “Cultura como Factor de Inserção Social e Económica no Município de Ribeira Grande de Santiago” informa os interessados que se pretende realizar as formações abaixo indicados.

Podem para o efeito apresentar as suas candidaturas (Curriculum Vitae e proposta de conteúdo) até o dia 25 de Dezembro de 2014.

Pode ser por e.mail ou em envelope fechado, depositado na Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago ou diretamente no gabinete do projecto, sito rua da Laranjinha, Cidade Velha. 

01 - Bijutaria e Reciclagem/Artesanato
02 - Corte e Costura
03 - Tecelagem 
04 - Pintura e Escultura
05 - Guia turístico/Técnicas de recolha e tratamento e conservação de memoria
06 - Animador Sócio Cultural
07 - Produção de Instrumentos Tradicionais
08 - Dança
09 - Teatro 
10 - Culinária/Pastelaria

Tel: 267 12 47

Faceboock: projecto cidade velha

[0624] VI Sessão Ordinária da Assembleia Municipal da Ribeira Grande de Santiago (adiamento)

Motivos processuais obrigam ao adiamento para dia 23, terça-feira, da VI Sessão Ordinária da Assembleia Municipal de Ribeira Grande de Santiago que decorre nas instalações da sua Câmara Municipal. No final dos seus trabalhos, como usualmente estarão à disposição dos jornalistas os porta-vozes das duas bancadas municipais.

Com uma longa Ordem de Trabalhos, a Assembleia Municipal aborda os seguintes itens:

1.  Período de antes da Ordem do Dia;
2.  Informação da Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago;
3.  Apreciação e aprovação da ata da V Sessão Ordinária da Assembleia Municipal da Ribeira Grande de Santiago;
4.  Apreciação e provação do Plano de Actividades e do Orçamento do ano 2015;
5.  Apreciação e aprovação da proposta de pedido de autorização de contracção de empréstimo bancário;
6.  Apreciação e aprovação da proposta de Concessão de licenças de táxi (número de táxi, de licenças, valor);
7.  Apreciação e aprovação da proposta de limites administrativos entre CMP e CMRGS;
8. Apreciação e aprovação dos Símbolos Heráldicos de Ribeira Grande de Santiago;
9.  Apreciação e aprovação da Proposta de Geminação entre a CMRGS e a Câmara Municipal de Fuente Palmeira;
10. Apreciação e aprovação da proposta de reavaliação de visitas e ajudas de custo aos eleitos, quando em serviço do Município, nos termos a fixar pela Assembleia.
11.  Diversos.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

[0623] Presidente da República visita achados arqueológicos de Cidade Velha

Sua Excelência o Senhor Presidente da República visita hoje, quarta-feira, dia 10 de Dezembro, às 16 horas, os importantes achados arqueológicos de Cidade Velha, resultado das escavações em curso neste sítio histórico efetuadas no local da antiga Igreja da Conceição, o primeiro templo católico construído em toda a África subsariana. 

Realizadas por uma equipa de sete arqueólogos da Universidade de Cambridge, liderada por Cristopher Evans, as investigações estão a ser acompanhadas por estagiários da UNIPIAGET e da UNICV, técnicos da Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago e do Instituto de Investigação e do Património Cultural, e ainda pelo guia turístico que sempre os assessorou (Francisco Moreira) e por um jornalista da BBC.

Desde 2006 que estes trabalhos de escavação feitos por especialistas britânicos em Cidade Velha vêm ocorrendo por iniciativa da CMRGS e do IIPC, da UNIPIAGET e da UNICV. Por convite pessoal do Presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago, dr. Manuel Monteiro de Pina, sempre tais investigações têm conduzido a descobertas significantes. 

Com a parceria da Curadoria da Cidade Velha, os trabalhos de investigação vão prolongar-se até ao próximo dia 12.

[0622] VI Sessão Ordinária da Assembleia Municipal da Ribeira Grande de Santiago

Realiza-se no próximo dia 22, uma segunda-feira, a VI Sessão Ordinária da Assembleia Municipal de Ribeira Grande de Santiago que decorre nas instalações da sua Câmara Municipal. No final dos seus trabalhos, como usualmente estarão à disposição dos jornalistas os porta-vozes das duas bancadas municipais.

Com uma longa Ordem de Trabalhos, a Assembleia Municipal aborda os seguintes itens:

1.  Período de antes da Ordem do Dia;
2.  Informação da Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago;
3.  Apreciação e aprovação da ata da V Sessão Ordinária da Assembleia Municipal da Ribeira Grande de Santiago;
4.  Apreciação e provação do Plano de Actividades e do Orçamento do ano 2015;
5.  Apreciação e aprovação da proposta de pedido de autorização de contracção de empréstimo bancário;
6.  Apreciação e aprovação da proposta de Concessão de licenças de táxi (número de táxi, de licenças, valor);
7.  Apreciação e aprovação da proposta de limites administrativos entre CMP e CMRGS;
8. Apreciação e aprovação dos Símbolos Heráldicos de Ribeira Grande de Santiago;
9.  Apreciação e aprovação da Proposta de Geminação entre a CMRGS e a Câmara Municipal de Fuente Palmeira;
10. Apreciação e aprovação da proposta de reavaliação de visitas e ajudas de custo aos eleitos, quando em serviço do Município, nos termos a fixar pela Assembleia.
11.  Diversos.

sábado, 6 de dezembro de 2014

[0621] Intervenção arqueológica na Cidade Velha

Escavações arqueológicas põem a descoberto importantes vestígios da Igreja da Conceição

Importantes achados têm resultado das escavações arqueológicas em curso desde 28 de Novembro e sobretudo executadas em S. Pedro onde se encontram os restos da antiga Igreja da Conceição, a primeira que foi construída em Ribeira Grande de Santiago (portanto, a primeira construída em toda a África subsaariana). Realizadas por uma equipa de sete arqueólogos da Universidade de Cambridge (Grã-Bretanha) liderada por Cristopher Evans e acompanhada pelo guia turístico Francisco Moreira e por um jornalista da BBC, as presentes escavações dão continuidade a trabalhos iniciados em 2006, que sempre contaram com o apoio da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago, do Instituto de Investigação e do Património Cultural e das Universidades Jean Piaget e de Cabo Verde.

Com a parceria da Curadoria de Cidade Velha, já localizaram a antiga capela do Espírito Santo, o altar-mor da Igreja, o túmulo de D. Fernão Fiel de Lugo, alguma faiança, botões e utensílios, tudo de grande valor para a inforgrafia de Cidade Velha e que posteriormente será exposto ao público. No passado sábado verificou-se uma visita guiada feita por mais de 300 alunos de várias escolas da Ilha de Santiago, estando previstas para esta semana duas importantes conferências de divulgação dos trabalhos que se prolongam até dia 12.

Técnicos do IIPC, da Curadoria da Cidade Velha e da Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago estão a acompanhar as escavações, bem como estagiários da UNICV e da UNIPIAGET.

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

[0620] Cidade Velha recebe reunião da OCPM

Cidade Velha foi eleita em Córdoba (Espanha) para ser sede da reunião da secção regional da Organização das Cidades Património Mundial (OCPM) para a Europa do Sul e Mediterrâneo que se realiza no primeiro semestre de 2016. Assim, o Berço da Nação cabo-verdiana sucede a cidades tão importantes como Segóvia, Granada e Córdoba (sede desta secção regional), dando continuidade ao papel que vem desempenhando e que a projectaram para Capital Cabo-Verdiana da Cultura 2014-2015.

Desta secção da OCPM, a que Cidade Velha pertence, fazem parte urbes reconhecidas pela UNESCO como Património Mundial nomeadamente de França, Espanha, Portugal, Israel, Itália, Turquia, Albânia, Grécia, Croácia, Sérvia, Eslovénia, Bósnia-Herzegovina, Malta e Chipre, além de Cabo Verde. É com orgulho que Cidade Velha recebe tão importante conclave, o que muito contribui para o seu empenho na defesa do Património da Humanidade, título que recebeu em Sevilha em 2009.

Entretanto, embora não tenha sido distinguida no recente concurso de fotografia para jovens da OCPM, foi louvada em Córdoba a sua participação activa nesta iniciativa, o que demonstra o seu interesse nas realizações daquela Organização. 

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

[0619] Solidariedade para com as vítimas do vulcão do Fogo

Associando-se aos gestos de solidariedade que se manifestam para com as vítimas da erupção vulcânica da ilha do Fogo, a Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago, em conjunto com a Paróquia do Santu Nomi di Jesus, lança uma campanha de recolha de apoios aos foguenses atingidos por esta catástrofe. Foi nomeada uma comissão com este objectivo e, durante uma semana a partir de amanhã, os serviços municipais acolherão os donativos – que vão desde alimentos a roupas e dinheiro – com que cada qual queira generosamente contribuir.

Em todo o Município estão a decorrer campanhas de solidariedade que merecem todo o apoio da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago, que sente como suas as dores da população daquela ilha fustigada pela crise vulcânica.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

[0618] Escavações arqueológicas em Cidade Velha

Está em Cidade Velha, Património Mundial da Humanidade, uma equipa de arqueólogos da Universidade de Cambridge (Grã-Bretanha) liderada pelo prof. Dr. Christopher Evans. As escavações, que se vão efectuar e se prolongarão por duas semanas, centram-se em dois locais – restos da antiga igreja de Nossa Senhora da Conceição e baluartes de Santo António – e podem iniciar-se a qualquer momento. No final, estarão expostos ao público os seus achados.

Contando com o apoio da Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago e da Curadoria da Cidade Velha, os referidos arqueólogos já se encontram no terreno, acompanhados pelo guia Francisco Moreira

[0617] Adiada distribuição da oferta de Castro Verde

A fim de lhe conferir maior amplitude e dignidade, foi adiada para segunda-feira, dia 1 de dezembro, às 10h00, no Auditório Municipal de Cidade Velha, a distribuição da significativa oferta da Câmara Municipal de Castro Verde (Portugal) destinada às escolas e alunos de Ribeira Grande de Santiago. 

A avultada solidariedade manifestada por esta Câmara Municipal portuguesa do Baixo Alentejo, que mantém relações de amizade com a Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago, é tanto mais relevante quanto são bastamente conhecidas as dificuldades com que se debate o país irmão.

Dia 1 de dezembro é uma data relevante para os portugueses já que nela se comemora o aniversário da reconquista da sua independência nacional. Sublinhe-se que o cante alentejano, característico da cultura desta região, foi elevado no dia 27 de Novembro a Património Imaterial da Humanidade.

[0616] Manuel de Pina em Espanha

De visita a Espanha, onde vai participar numa reunião da OCPM (Organização das Cidades Património Mundial) que se realiza em Córdoba, o Presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago – Dr. Manuel Monteiro de Pina – visita a recém-geminada Fuente Palmera: trata-se de uma retribuição da visita que uma delegação de Fuente Palmera, liderada pelo seu alcalde (Juan António Fernandez Jimenez), fez a Cidade Velha para a assinatura do respectivo protocolo.

Entre gestos significativos da amizade que une as duas urbes agora irmãs, Manuel de Pina teve oportunidade de visitar a fábrica da Africana Energia, situada nas proximidades de Fuente Palmera, dedicada à produção de energias alternativas e considerada uma das maiores da Europa na transformação de resíduos sólidos em energia eléctrica. No âmbito da geminação recentemente firmada, a empresa andaluza está interessada em se estabelecer em Cabo Verde, nomeadamente na ilha de Santiago, decorrendo negociações nesse sentido.

No término desta deslocação a Espanha (Andaluzia), o Presidente da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago desloca-se a Mijas.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

[0615] "Coração de Lava", o mais recente livro do poeta José Luiz Tavares, sai em Dezembro

Sairá em Dezembro o novo livro do premiadíssimo poeta santiaguense (e tarrafalense) José Luiz Tavares. A lançar no Fogo, Santiago e São Vicente, terá aqui lugar de destaque de cada vez que houver desenvolvimentos sobre o mesmo. 

Com lugar nas letras cabo-verdianas equivalente ao desempenhado por Germano Almeida no campo da prosa, José Luíz Tavares autor de escrita límpida e erudita, brinda-nos desta feita com "Coração de Lava", alusivo ao Fogo e dedicado a Antero de Barros. Resultante de colaboração com Duarte Belo, autor das belíssimas fotografias que ilustram a obra, ela é peça que (mais uma vez) honra o autor e a poesia das ilhas. 

....................

O poeta  José Luiz Tavares publicou Paraíso apagado por um trovão (2003),  Agreste matéria mundo (2004), Lisbon blues (2008) e Cidade do mais antigo nome (2009).

É provavelmente o poeta mais inusitado que surgiu nas literaturas africanas de língua portuguesa após as independências dos países. Cáustico, irreverente, aliando o classicismo das fontes e o conhecimento vasto da poesia universal ao canto da terra pátria, numa linguagem simultaneamente antiga e moderna, tem uma voz poderosa e altissonante, de uma criatividade completamente fora do habitual, que surpreende pela eloquência e ironia, como se uma raiva profunda chegasse em forma de soneto, domada, feliz, e, paradoxalmente, cuspindo fogo e melancolia.

Por isso, o que poderia parecer uma poética exacerbada, egolátrica, bebendo nas vísceras dos sentimentos e sensações (inadequação à sociedade, insulação, revolta individual, afirmação narcísica, prazer gratuito de chocar, todos os tipos de catarse e expiação), aparece com toda a força de um processo épico de metamorfose da história em matéria de nação e do esforço ético para a desconstrução do sofrimento psíquico: “combatendo a babugem/sou poeta de verso brabo”. Mas um “verso brabo” domado pelo soneto, em que o azul recorrente do arrebatamento romântico, no sentido da liberdade e da procura de vastidão, se associa à vigilante consciência de que “dar brilho aos reflexos é apenas literatura”. Este descer do azul alado dos céus, que exprimia o “horror à normalidade”, e que a busca alquímica da “matéria negra” compensava, para enfrentar, não as “ridentes metáforas”, mas a “pólvora/de muitos medos”, desarmado com um “coração dissonante”, consagra no poeta o “obstinado peso das raízes”.

Pires Laranjeira - professor de Literaturas e Culturas Africanas e investigador do Centro de Literatura Portuguesa da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

....................

A propósito de José Luiz Tavares, ver AQUI entrevista de 14 de Maio de 2012 ao programa "Mar de Letras", da RTP.


Poema inicial do livro

PRELÚDIOS

I.

No princípio era o fogo.
E as mãos do deus sobre a água fervente.
E o poeta com seus poucos dons na cabeça
obscura. E o canto das estrelas alheias
às reticências do destino.

Pousado nas margens como um barco imóvel,
vigia de fiel resfolegar, lá estavas tu,
silencioso colosso para o julgamento do tempo,
sem as evasivas que um corpo quebradiço
oferece ao escrutínio incontroverso da perenidade.

Ainda o lume vivo não se mudara
em fogo frio, à pacatez que embebe
os olhos no mar de aspereza vieram
as máquinas rasgar para que, cumprida
a voz da natureza, outro destino
mais humano ali nascesse:

traziam os construtores para junto
das searas os seus martelos rangentes;
encantados por esse ofício de paciência
viam a posteridade espelhada na pedra
lavrada, com seus sólidos vínculos
atando massa a massa.

Mas tu ergues-te sobre o chão do teu
destino, que eu bem vi prolongar-se
nesse parto de cinzas, esse grito austero
sobre as águas mergulhando num sonho
de catástrofe a minha cabeça de deus mortal,

ali onde a ilha se afunda ao bafo inclemente
de tal colosso, embora sejas a face límpida
que acolhe o peregrino alheio ao pio que incubas
nas entranhas e sagra-se nessa fala trôpega
subindo desde as reentrâncias onde tudo
solicita o afago da nossa terrena angústia.

Com os copiosos dedos assinala-se agora o teu
perímetro sobre os mapas. Vorazmente, os meus
olhos perseguem as curvas do teu destino
no labirinto dos dias descarnados, longe da névoa
dos sentimentos, como convém a um poeta
das pedras, sem os louros da conquista, mas imerso
na veemência com que tudo aqui cita o nascer da vida.

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

[0614] Site da Cooperativa Sulada

Lançamento do site da Cooperativa Sulada, no âmbito do projeto financiado pelo Fundo galego, a Câmara Municipal de Vigo, a Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago e a ACCVE – Associação para a Cooperação com Cabo Verde 

No âmbito da implementação do projeto “Cooperativa Sulada – Na criação de rendimentos para a luta contra o desemprego”, financiado pelo Fundo galego e a Câmara Municipal de Vigo, a Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago e a ACCVE.

A Câmara, a ACCVE e as produtoras da Cooperativa Sulada participam o lançamento do site da sua Cooperativa que terá lugar na Cidade Velha, na sala do auditório da Câmara Municipal da Ribeira grande de Santiago na Cidade Velha, na sexta-feira, dia 14 de Novembro, às 10h00. Constam do programa as seguintes atividades:

1.    Acolhimento dos convidados
2.    Pequeno enquadramento do projeto, pela Câmara e a ACCVE
3.    Lançamento do site da Cooperativa Sulada
4.    Entrega simbólica de certificados às produtoras
5.    Visita do quiosque no largo do Pelourinho e exposição de novos produtos cosméticos, na sequência da formação de sabões, no âmbito do projeto
6.    Planificação para uma potencial visita ao quiosque na rua pedonal do Palmarejo na Praia - a planificar com os presentes.
                                                                  
Pela organização, Alice Mascarenhas
                                                                             
Telefone:  9848777
Email: licinha.masca@gmail.com                                                 

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

[0613] Cidade Velha na rota do mundo

O Presidente da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago, dr. Manuel Monteiro de Pina, recebe na tarde de hoje, 5 de Novembro, às 17h30, o Vice-Presidente da comarca de Imprunela (Itália), Joele Risaliti, e o Presidente da Assembleia Municipal de Ponte de Sor (Portugal), João Taveira Pinto, que visitam Cidade Velha, Património da Humanidade, no âmbito do Festival 7 Sóis 7 Luas, com o qual se inicia oficialmente a Capital Cabo-Verdiana da Cultura. 

Os dois autarcas juntam-se no Berço da crioulidade à delegação de Fuente Palmera, com ele recém-geminada, e à da Fundação Internacional APRONI, dando assim provas de que a “cidade do mais antigo nome” se encontra cada vez mais na rota do mundo, o que tem impacte altamente positivo na crescente capacidade hoteleira de Cidade Velha.

Vão assim dilatando-se os laços de relacionamento de Cidade Velha com significativos centros urbanos de diferentes países, projetando-se a sua imagem a nível internacional.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...